Kiko – 645 (Burgundy / Bordeaux)

Eu sei que todo mundo pira nesse esmalte, mas quando esmaltei com ele, na hora fiquei com vontade de tirar… Comecei a achar que não tava combinando com a minha pele e tal. Só que já era tarde da noite e eu ia viajar no dia seguinte e deixei pra lá! Era tudo que eu precisava hahaha, nada como um dia após o outro!

Kiko - 645 --- Burgundy - Bordeaux  (1) Leia mais deste post

China Glaze – When Stars Collide

Já vou começar me desculpando pelas unhas. Acho que esse esmalte precisava de uma unha mais apresentável para mostrar sua real beleza, que não é o caso das minhas no momento, maaaaas né, é o que tem pra hoje… Outro dia a Thais posta fotos melhores dele.

Sabe quando lança uma coleção linda e infelizmente você não tem verba para comprar todos e precisa escolher qual levar pra casa? Bom, o When Stars Collide é desses que precisam estar na lista de prioridade quando falamos de Hologlam. O motivo é simples: ele é único. Não acredita? Então cite um holográfico de qualquer marca que seja exatamente dessa cor. Tempo…………… VALENDO!

Não sei vocês, mas eu não consegui pensar em nenhum primo dele.

Ele é um holográfico vinho com um fundo marrom… É uma cor FANTÁSTICA. Vamos as fotos então, né? São muitas, é difícil decidir.

– Sem flash com luz branca:

China Glaze - When Stars Collide --- sem flash com luz branca

E ainda tinha boatox que holográficos escuros tinham pouco prisma… Se isso é ter pouco prisma, PORRÃN!

Leia mais deste post

Yes Love 86 + Óptico Agata, La Pogée

Era suposto este post ser de um qualquer holográfico, mas como sou uma pessoa cheia de sorte, bastou eu pensar em passar um na sexta que o sol desapareceu no sábado e no domingo! Tive que apelar para outro acabamento, nenhum holo merece ser usado em dias nublados, holo que é holo nasceu para brilhar! 🙂

Mesmo desapontada, parti para as gavetas para escolher o, ou os vernizes da vez, acabei por desencalhar um Yes Love cremosinho, com tom vinho que puxa para o roxo, o tom em si até que era bonitinho, mas muito comum, sabia que não o ia usar a solo. Para incrementar não tive dúvida, combinavam lindamente na minha mente, e escolhi o Ágata – esmalte óptico de La Pogee.

011

Leia mais deste post

Isabeli – Risqué

Oiii 😀 Tudo bem???

Hoje estou aqui para mostrar um esmalte bem peculiar, o Isabeli – Risqué.

Ele cada hora é uma cor, e varia entre: preto, vinho, marrom e roxo!

Na sombra, ou num lugar com pouca luminosidade ele fica escuro (meio preto-marrom-vinho), com alguma luz ele já fica meio vinho, e com luz intensa ele fica todo trabalhado no roxo *-*

Chega de explicação, vamos ver…. Nessa foto só tem a iluminação normal do dia.

Agora com flash:

Só eu estou passando mal por causa da cor e do brilho????? *-*

Acho que foram duas ou três camadas do Isabeli – Risqué e mais uma de top coat.

Não posso falar da durabilidade porque né, troco de esmalte todo dia! Mais posso dizer que esse glow ou brilho roxo dele me encantou, e se ele fosse assim o tempo todo entraria pro meu top 10!

Beeijos =*

Caçando com Gato: Rock Coat Fake!

Oii meninas 🙂

Depois do fim do queridíssimo blog Esmaltes da Ana, continuo acompanhando as meninas no De Marcela para Ana, um blog que não fala só de esmaltes, mas que eu gosto muito… Pois bem, a Marcela publicou esses dias o Rock Coat da Dior, um esmalte que escurece todos os outros esmaltes. Como assim? A ela explicou que seria um top coat preto bem transparente e com uma leve  cintilância..

Achei uma forma muito prática de criar esmaltes com aquele toque de cinza para usar no inverno, sem ter que fazer milhares de misturinhas! Por exemplo, eu posso ter um esmalte azul pastel e transformá-lo em um ‘Gray by Gray’ wannabe, só usando o top coat preto por cima ;D

No próprio post, ela ensinou uma misturinha muito fácil, quando fui fazer a minha estava morrendo de preguiça de ir comprar um esmalte incolor e achei na minha gaveta o Diamante, Colorama. Não deu outra, peguei meio vidrinho de Diamante, que é um esmalte fluído, transparente e com uma cintilância phyna muito delicada e pinguei algumas gotinhas de um esmalte preto, usei o Preto, Realce. Você pode deixar o Rock Coat Fake no tom que você quiser, eu preferi deixar um pouco mais claro do que o original, assim posso deixar o esmalte um pouco mais claro (passando uma camada) ou mais escuro (passando duas camadas).

Fiz algumas comparações para vocês perceberem que dá para transformar esmaltes de verão em tons lindos de inverno também:

Os esmaltes utilizados foram respectivamente: Lollipop e Snowcone – Orly, Bermuda Shorts – Essie, Maysa – Sancion Angel, Audrey e Jackie – Impala.

  1. Todos os esmaltes estão com duas camadas no disquinho e sem extra brilho (exceto o Bermuda Shorts que é fosco, e precisou de topcoat)
  2. Aqui passei uma camada de Rock Coat Fake por cima de cada um… Percebam que: O Lollipop está parecido com o Audrey original, o Snowcone deu uma escurecida e a cintilância ficou bem visível, o Bermuda Shorts está um tom de vinho (que eu adorei), o Maysa está bem acinzentado, assim como o Audrey e o Jackie.
  3. Usei duas camadas de Rock Coat. O Lollipop escureceu tanto que eu achei parecido com o Jackie na primeira foto, o Snowcone na minha opinião ficou super parecido com o Gray by Gray, Sally Hansen com uma cintinlância linda demais, o Bermuda Shorts ficou um vinho ainda mais fechado, o Maysa me lembrou o Going Incognito da Essie, e os outros dois da Impala ficaram ainda mais invernais, tanto que o Jackie me lembrou o Café da Colorama.
Achei a ideia super prática e original… Então aproveitei que esses dias que estava usando o Four Leaf Clover, China Glaze, meu tom de verde favorito de verão e quando estava cansada da cor alegre demais, passei o Rock coat fake por cima.
Primeiro deixa eu falar do esmalte: Super fácil de passar e limpar, duas camadas fica perfeito.. O único defeito é que a cor nunca fica fiel, já que a camera insiste em não captar o tom de verde lindo que ele é, então selecionei duas fotos para mostrar aqui para vocês, a primeira é a esteticamente mais bonita e a segunda onde a cor está beeeeeem próxima a real:
Eu juro que a minha mão não é amarelada assim tá?

Cansada desse tom de verde aberto e lindo, passei uma camada do Rock Coat por cima e voilá:
O Four Leaf Clover perdeu a pegada neon/vibrante que ele tinha e passou a parecer o Jade is The New Black! Adorei a mudança e achei uma ótima alternativa de incrementar esmaltes quando a gente começa a cansar do tom e/ou fica com preguiça para trocar de cor! Hahaha.
E vocês meninas, gostaram dessa ideia?
Beeeijos! ;*