My first Gradient Nails!

Oi meu povo,

Tudo bem?!

Desde que vi esse post da minha diva Kelly (beijo pra você sua linda!), que decidi fazer unhas gradientes! Já fazia muito tempo que queria tentar, mas me faltava um requisito muito importante – tempo! É que essa unha requer algum tempo, já que é necessário esperar o esmalte secar entre uma esponjada e outra, e essa pessoa que vos escreve sai de casa às 9 da manhã, volta do emprego às 19:30, e ainda tem obrigações domésticas e sociais a cumprir, pelo que não é fácil arranjar espaço, e disposição para fazer uma unha que leva tanto tempo.

A oportunidade chegou numa sexta feira à noite, sem planos e com pouca vontade de sair, dediquei-me a fazer minhas primeiras unhas gradiente. Usei 3 esmaltes que amo, e da mesma família cromática, para que caso existissem falhas não ficassem tão evidentes, escolhi o Andreia 82, Bermuda Shorts da Essie, e K039 Yes Love.

Segui o que a Kelly falou e usei apenas base nas unhas, não passei cor nenhuma de base para que o efeito ficasse mais harmonioso. Precisei de muita quantidade de esmalte na esponja, e de umas 4 camadas de esponjado, nem lembro bem… Numa próxima vez tentarei com cor de base, semelhante à cor mais clara, pode ser que cubra mais rapidamente.

Ao vivo a diferença de cores ficou bem mais perceptível que na foto, consigo ver nitidamente as 3 cores usadas, enquanto que na foto, o Bermuda quase nem aparece! Aprendi algumas lições para uma próxima vez, não escolher esmaltes que já de si precisam de 3 camadas, como o Bermuda e o K039, porque para esponjar quanto mais pimentado melhor é. De qualquer forma isso nem me chateou muito, o maior problema foi mesmo a esponja, que deixou alguns fibras de tecido grudadas na unha! Usei esponja de cozinha, mas tentarei com outro tipo.

Ficaram longe da perfeição, o acabamento ficou podrinho, principalmente perto da cutícula, parecia que o esmalte não pegava lá! Mas mesmo com acabamento porquinho curti muito! E acho que como em tudo na vida, a prática levará à perfeição.

Como todo o esponjado, a unha fica com relevo e precisei de 2 camadas generosas de Seche para aquele aspecto grosseiro desaparecer, e a unha ficar lisinha, mesmo assim, podem ver que o quesito brilho não está perfeito, precisaria de mais uma camada para ficar com o brilho espelho que eu tanto amo.

Tou pensando em 1000 combinações já, em tons de esmalte diferentes, em fazer isso com glitter… Enfim! Numa outra noite de ócio, com certeza tentarei!

Não consigo parar de ver a cara de D. Celeste (minha mãe), que estava comigo na hora da esmaltação, incrédula com tanto trabalho e sujeira para uma manicure apenas, quando viu o resultado final soltou: “Bem bonitas sim, mas não compensam todo o trabalho que você teve com elas…!” Definitivamente minha mãe não entende que esmaltar não é trabalho, é paixão! Como se diz por aqui: “Quem corre por gosto não cansa!” 🙂

Beijo lindas! ♥