Ellen Gold – Burguesinha + BBF – Pink Spice

Primeiro que eu só tenho o Burguesinha por causa da que me mandou em forma de mimo, e eu adorei! *-*

Eu me inspirei nessa combinação da Nina pra fazer essa mani:Ellen Gold - Burguesinha + BBF - Pink Spice (1)Foram duas camadas do Burguesinha e uma do BFF.

Desconsiderando as cutículas ruins, essa foto tirei faz tempo e na época eu não estava conseguindo mantê-las hidratadas por muito tempo… :/

Beijos!

Anúncios

Zoya – Aurora

Só eu sei o quanto desejei esse esmalte, na boa!

E também não é pra menos, olha só pra isso:

Zoya - Aurora (1) Zoya - Aurora (2)É muita perfeição num vidrinho só, sério!

Mas aconteceu uma coisa estranha… Passei 3 camadas (2 já bastavam, mas assim como faço com o DS Extravagance, prefiro passar uma terceira pra deixar a cor mais escura) e comecei a passar TC da Ideal… Passei no dedo mínimo e no anelar, e parei quando percebi que tirava um pouquinho da holografia. Mas o que estranhei é que onde passei TC, o esmalte ficou em relevo, não sei se dá pra ver na foto até porque não foi nada estupidamente grosseiro, mas ao toque dá pra perceber bem isso. Bizarro porque geralmente acontece justamente o contrário né hahhaha!

Usei esse esmalte por uns 3 dias, e castiguei ele, viu? Praticamente vivi com as mãos dentro da água esses dias e não aconteceu quase nada, só o lascado ali no anelar, fiquei impressionada mesmo com a durabilidade, excelente!

Beijos! :*

Flormar Supershine P057

Depois de usar o Noite Quente, a minha paixão por roxo reacendeu, e na hora de fazer as unhas, já estava decidido que seria o Flormar de hoje! Tenho há séculos, e nunca tinha usado… Viciada é assim, não resiste ao impulso, compra, e depois demora meses, ou até anos para usar… Fenómeno que tem que ser explicado psico e sociologicamente. 😉

O bonito finalmente viu a luz do dia, e é só amor:

007

Usei apenas uma camada, a cobertura é perfeita, o pincel é comum, mas o esmalte é tão pigmentado e tem uma fórmula tão boa, que o faz uma delicinha de passar, o brilho é óptimo, nem precisei de TC… E o melhor de tudo é 3 free! Não, ninguém me paga para fazer propaganda, mas quem critica quando é mau, também tem que valorizar o que é bom, e pelo menos esse P057 merece todos os elogios.

Para quem nunca ouviu falar, a Flormar é uma empresa italiana, fundada em 1970, mas a produção é feita na Turquia desde 1972. Eles tem vários produtos de estética e maquilhagem, nos esmaltes – o que nos interessa, têm desde glitters a duos, cremosos a cintilantes, magnéticos e, reza a lenda que até holos… Lenda, porque nunca tive o prazer de os ver ao vivo, só em fotos na internet. O mais perto de um holo deles que possuo, é um glitter holográfico poderosíssimo, que claro que não lembro a referência o nome, mas ainda aparecerá por aqui.

Agora, me perguntem, há coisa pior que verniz numerado?! Há! Verniz que além de ter números, tem letras também… O nome passa a ser basicamente uma referência, impossível de ser memorizada, e que só me lembra de electrodomésticos… Tipo: “Comprei uma TV nova, é um LEd da LG TX… … qualquer coisa!” A gente não lembra, mas entendo, porque dentro do mesmo modelo, há uma infinidade de características técnicas que mudam, e convenhamos que, não se pode chamar uma TV de Chuva, ou Algodão Doce, né?! Mas um esmalte? “Ah que esmalte lindo, qual é?! Ah é o Flormar P0572.” WTF?!! A pessoa nunca mais vai lembrar… É muita falta de imaginação!

Flormar, com esmaltes tão lindos não deve faltar inspiração para nomear os esmaltes, eu ajudo, esse roxinho fofo chamaria de Ancient Dream, Supernatural, Super Power… Sempre acho roxo poderoso,  meio místico, é tão raro na natureza!

Beijo!! ♥

Da Série: Do fundo da gaveta

Oi Gurias,

Tudo bom?!

Tava com saudades de passar um roxo poderoso e cremosão, fazia tempo que não passava um, e vocês sabem que amo um roxinho! Não tive dúvidas e resgatei o Noite Quente da Colorama, que apesar de amado, só tinha sido usado uma vez…

025

O Noite Quente já é um ancião do mundo esmaltísitco, lançado em 2009, era super diferente dos demais roxos no mercado da época. O bonito tem um tom de roxo quente e apelativo, que contrasta muito com aquela ideia de que roxo é um tom triste, apagado e até mórbido.

Leia mais deste post

Obsessão, Risqué

De uns tempos para cá tenho ficado muito confusa na hora de escolher um esmalte para pintar as unhas, quem nunca? Às vezes dou uma espiada no flickr para me inspirar e acabo ficando mais em dúvida, são tantas esmaltações lindas que eu quero pintar cada unha de uma cor!
Depois de muito pensar decidi que ia usar um esmalte antigo e de preferência cremoso, sem nada pra complementar ~a básica.

obsessao risquéSeria o meu reflexo no brilho deste esmalte? o.O
obsessao risqué2A cor da primeira foto tá mais fiel
 

O Obsessão foi um dos meus primeiros esmaltes “diferentes” do ínicio do vício em meio a muitos vermelhos. Sempre gostei da cor, tanto que este é o terceiro vidrinho descrito como ultra cremoso pois os antigos eram só cremoso mesmo. Na minha opinião a qualidade continua a mesma, não cobre com uma camada mas é bem pigmentado e tem um brilho maravilhoso! Passei uma camada da minha base preferida (Pró Crescimento da Colorama) e duas do Obsessão, sem extra-brilho. Foi tão bom matar as saudades dele, fiquei um bom tempo encantada olhando minhas unhas. E assim fiquei até aparecerem os primeiros indícios de lascas nas pontas, lá pelo terceiro dia.
Fiquei tão satisfeita  que estou animada outra vez e pintando freneticamente haha. Nada como um dia após o outro 😉

Beijos!!!

.